O arroz é conhecido do ser humano há muito tempo. Dizem que sua origem é o continente asiático, sendo a Índia o primeiro pais a cultivá-lo, há mais ou menos 5 mil anos atrás. Atualmente o arroz é a principal fonte de energia de metade da população mundial e o segundo cereal mais produzido no mundo; O arroz chegou à Europa nos séculos VII e VIII, com a ocupação árabe na Espanha.A partir daí, passou a ser conhecido em todo o continente. Símbolo da fecundidade no Oriente, o arroz acompanha a saga dos recém-casados há séculos – ele é tradicionalmente jogado sobre os noivos nas cerimônias religiosas. Na Índia, é associado a importantes fases da existência humana Alguns historiadores designam o Brasil como o primeiro país a cultivar o arroz nas Américas. Antes mesmo do descobrimento do país pelos portugueses, os índios tupis já colhiam o cereal em terrenos úmidos próximos à região litorânea. Em 1587, algumas plantações já ocupavam terras na Bahia. A partir de 1650, eram encontradas também em São Paulo, principalmente na região de Iguape Na metade do século XVIII, o cultivo se iniciou no Maranhão, no Pará e em Pernambuco, fazendo da orizicultura uma atividade organizada e racionalizada. Em 1766, o Brasil comemorou a construção de seu primeiro engenho, no Rio de Janeiro. Atualmente, o país é o nono maior produtor mundial e sua cultura arrozeira é voltada ao abastecimento do mercado interno Diversos historiadores e cientistas apontam o sudeste da Ásia como o local de origem do arroz.

Na Índia, uma das regiões de maior diversidade e onde ocorrem numerosas variedades endêmicas, as províncias de Bengala e Assam, bem como na Mianmar, têm sido referidas como centros de origem dessa espécie Duas formas silvestres são apontadas na literatura como precursoras do arroz cultivado: a espécie Oryza rufipogon, procedente da Ásia, originando a O. sativa; e a Oryza barthii (= Oryza breviligulata), derivada da África Ocidental, dando origem à O. glaberrima. O gênero Oryza é o mais rico e importante da tribo Oryzeae e engloba cerca de 23 espécies, dispersas espontaneamente nas regiões tropicais da Ásia, África e Américas. A espécie O. sativa é considerada polifilética, resultante do cruzamento de formas espontâneas variadas.Bem antes de qualquer evidência histórica, o arroz foi, provavelmente, o principal alimento e a primeira planta cultivada na Ásia. As mais antigas referências ao arroz são encontradas na literatura chinesa, há cerca de 5.000 anos. O uso do arroz é muito antigo na Índia, sendo citado em todas as escrituras hindus. Variedades especiais usadas como oferendas em cerimônias religiosas, já eram conhecidas em épocas remotas. Certas diferenças entre as formas de arroz cultivadas na Índia e sua classificação em grupos, de acordo com ciclo, exigência hídrica e valor nutritivo, foram mencionadas cerca de 1.000 a.C. Da Índia, essa cultura provavelmente estendeu-se à China e à Pérsia, difundindo-se, mais tarde, para o sul e o leste, passando pelo Arquipélago Malaio, e alcançando a Indonésia, em torno de 1500 A.C. A cultura é muito antiga nas Filipinas e, no Japão, foi introduzida pelos chineses cerca de 100 anos a.C. Até sua introdução pelos árabes no Delta do Nilo, o arroz não era conhecido nos países Mediterrâneos. Os sarracenos levaram-no à Espanha e o espanhóis, por sua vez, à Itália. Os turcos introduziram o arroz no sudeste da Europa, donde alcançou os Balcans.Na Europa, o arroz começou a ser cultivado nos séculos VII e VIII, com a entrada dos árabes na Península Ibérica. Foram, provavelmente, os portugueses quem introduziram esse cereal na África Ocidental, e os espanhóis, os responsáveis pela sua disseminação nas Américas.Alguns autores apontam o Brasil como o primeiro país a cultivar esse cereal no continente americano.Em 1587, lavouras arrozeiras já ocupavam terras na Bahia e, por volta de 1745, no Maranhão. Em 1766, a Coroa Portuguesa autorizou a instalação da primeira descascadora de arroz no Brasil, na cidade do Rio de Janeiro. A prática da orizicultura no Brasil, de forma organizada e racional, aconteceu em meados do século XVIII e daquela época até a metade do século XIX, o país foi um grande exportador de arroz.


<< VOLTAR


Fonte: http://www.planetaarroz.com.br/
Centro Clínico JWM

Clube Cardoso Marques

Parceiros

Publicidade
Clube nas Redes Sociais



Rua francisco J. Lopes - Nº486


Fone: (51) 3662-1044


Bairro Pitangueiras
Santo Antonio da Patrulha/RS
2006 - 2017 | JWM - Assessoria e administração Ltda.