Ataque “terrorista” deixa oito mortos em Nova Iorque
Atualizado em 01/11/2017 às 02:39:23

Homem que atirou sua caminhonete contra pedestres e ciclistas foi levado em custódia

 

Um homem jogou sua caminhonete nesta terça-feira contra ciclistas em Nova Iorque, em "um ato de terrorismo" que deixou oito mortos e 11 feridos em Manhattan, informou o prefeito Bill de Blasio. “Com base na informação de que dispomos no momento, trata-se de um ato de terrorismo particularmente covarde”, definiu o prefeito democrata, durante

entrevista coletiva, na qual lamentou “este dia muito doloroso para nossa cidade”.

 

De acordo com o Departamento de Polícia de Nova Iorque (NYDP), os 11 feridos têm lesões graves, mas não correm risco de morrer. Segundo os serviços de emergência, o ataque ocorreu às 15h06min (17h06min Brasília) nas ruas Chambers e West Street, no bairro de TriBeCa, na zona da Stuyvesant High School, quando a cidade celebra a festa do Halloween.

 

A caminhonete invadiu uma via para pedestres e ciclistas em Lower Manhattan, atropelando várias pessoas. As autoridades revelaram que o veículo seguiu no sentido sul e atingiu um ônibus escolar, ferindo dois adultos e duas crianças. Após a colisão, o motorista saiu da caminhonete exibindo duas armas e foi atingido no estômago por um tiro disparado por um oficial do NYPD. O homem, que não teve a identidade revelada, tem 29 anos e foi levado em custódia. Segundo testemunhas, o agressor gritou "Allahu Akbar" (Alá é grande, em árabe) antes de ser baleado pela polícia.

 

O chefe da polícia de Nova Iorque, James O'Neill, disse que o agressor dirigia uma caminhonete alugada branca com um logo da rede de ferragens Home Depot. Os policiais verificaram posteriormente que as duas armas que o homem portava eram de pressão (chumbinho) e de paintball. 

 

O presidente Donald Trump qualificou o agressor de um "doente e perturbado". "Em NYC parece ser outro ataque de uma pessoa muito doente e perturbada", tuitou o presidente. "As autoridades acompanham isto de perto. NÃO NOS EUA!". A porta-voz da Casa Branca Sarah Huckabee Sanders disse que Trump acompanha atentamente o caso e que "nossos pensamentos e orações estão com todos os afetados".

 

Fonte: Correio do Povo.




>> VEJA TODAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Centro Clínico JWM

Clube Cardoso Marques

Vídeos em Destaque - TV JWM
Parceiros

Publicidade
Clube nas Redes Sociais



Rua francisco J. Lopes - Nº486


Fone: (51) 3662-1044


Bairro Pitangueiras
Santo Antonio da Patrulha/RS
2006 - 2017 | JWM - Assessoria e administração Ltda.